Fake News

Fake News em vídeo do horário eleitoral ?!?!

A notícia não é verdade!

Aos fatos:

Durante os anos de 2017 a 2020, a Prefeitura do Rio reduziu, chegando a zerar, as subvenções das escolas de samba, que, como comprovado, têm total condição de seguir sem tais recursos públicos, como vimos os últimos carnavais, com desfiles tão belos quanto os que haviam recursos da Prefeitura. Além disso, os quatro últimos carnavais tiveram grandes investimentos privados, possibilitando que o poder público investisse recursos públicos em outros campos, como saúde e educação.

Os números apresentados pela reportagem são, sim, investimento da Prefeitura do Rio no carnaval carioca, mas no Carnaval como um todo, uma vez que o carnaval carioca não se limita à Liesa e aos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí. A festa, que faz parte da cultura da nossa cidade e do nosso povo, é democrática e ampla, se estendendo por todo o nosso território.

Esta gestão investiu, prioritariamente, no Carnaval do povo, aquele em que não há cobrança de ingressos, como é o caso dos desfiles que acontecem na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, e no Carnaval de Rua. No Carnaval Rio 2020, por exemplo, houve recorde de investimento (R$ 3 milhões) no Carnaval da Intendente Magalhães. Neste ano também houve recorde no número de bailes populares.

Compartilhe:

Deixe seu comentário: